Tudo que você precisa saber para contratar um fotógrafo para o seu casamento

Tempo de leitura: 5 minutos

Na hora de dizer o tão esperado “sim”, os noivos querem que tudo aconteça como foi sonhado. Cada vez mais, o planejamento para o casamento tem sido feito com a maior antecedência possível: há quem comece a planejar a festa e a cerimônia até três anos antes do grande dia.

Salão de festas, DJ, iluminação, flores, decoração e cerimonial são apenas alguns dos itens que precisam ser resolvidos com uma boa antecedência. Além disso, existe um serviço que não pode faltar em nenhum tipo de cerimônia, e que deve ser escolhido com muito cuidado: o fotógrafo.

As fotos são as principais recordações que os noivos vão ter deste dia tão especial. Portanto, é preciso escolher muito bem o profissional que vai registrar cada detalhe.

Se você está com o casamento marcado e precisa decidir quem contratar, saiba que é normal se sentir um pouco perdido. Confira, no post de hoje, tudo o que você precisa saber antes de fechar negócio com o fotógrafo para o seu casamento.

A importância da fotografia para os noivos

Antes de começarem a pesquisar as possibilidades, é preciso refletir sobre um ponto: quão importante é a fotografia do casamento para os noivos? Isso pode parecer estranho, no entanto, com tantas opções disponíveis no mercado, é fundamental pensar sobre esse aspecto.

Se vocês são daqueles noivos que querem ter todos os ensaios possíveis (Save the date, trash the dress, the day after…) a fotografia é um dos elementos principais do casamento. Ou seja, é preciso optar por um profissional que faça todo este trabalho. Agora, se a ideia é apenas registrar a celebração e a festa, não há necessidade de investir tanto neste quesito.

Atenção ao orçamento

Já que falamos em investimento, é preciso tocar num dos pontos mais complicados do casamento: o orçamento. Quando os noivos optam por fazer uma cerimônia, seguida de festa, já sabem que surgirão gastos e imprevistos. No entanto, é muito importante ter um orçamento bem planejado.

Dentro deste planejamento, é preciso reservar uma parcela para o fotógrafo e sua equipe. Se você colocar no papel e determinar o quanto tem disponível, a sua busca por este profissional será muito mais fácil, acredite.

É claro que você também deve estar aberto a novas possibilidades e investimentos. Por isso, o mais importante é ter a ideia do “custo-benefício” em mente, pois, às vezes, mais vale investir um pouco mais e garantir as fotos da maneira como você sempre sonhou.

Avaliação do profissional

Ninguém pode negar que imprevistos acontecem, no entanto, existem muitos sustos que podem ser evitados. Na hora de contratar um fotógrafo para registrar o casamento, é fundamental que você tenha referências do profissional, pesquise sobre o trabalho dele nas redes sociais e veja a avaliação que ele possui. Dessa maneira, não há como errar.

Além disso, não se esqueça de deixar tudo bem registrado, como datas, pagamentos e vencimentos. Afinal de contas, com tanta antecedência no planejamento, dá para fazer tudo com tranquilidade e evitar qualquer surpresa desagradável.

Mostre suas referências

Quando pensamos na decoração de um quarto e contratamos um designer de interiores, por exemplo, temos sempre imagens e referências com as ideias que nos agradam. Por que com o fotógrafo do seu casamento haveria de ser diferente?

Com tantas ferramentas disponíveis, como o Pinterest, o Tumblr e Instagram, o que não faltam são fontes para você criar uma base de referências com aquilo que gosta. Explore as hashtags, as blogueiras de casamento e tudo mais que for possível. Assim, fica muito mais fácil para o fotógrafo entender o que você quer e entregar as fotos fiéis a esse objetivo.

contratar um fotógrafo

Peça fotos em RAW

Antigamente, os negativos dos filmes permitiam que você guardasse a foto original e sem alterações. Apesar dos filmes não serem usados mais, existe um formato nas câmeras profissionais que permitem que você tenha as fotos originais. Complicado? Nós explicamos.

RAW significa ‘cru’ em inglês. Ou seja, imagens em RAW ainda não foram processadas e são livres de compressões, o processamento só é feito no computador. Já o formato jpeg, muito usado, é um tipo de imagem já processado pela câmera. Portanto, pedir uma imagem em RAW é quase como ter os “negativos” da sua foto.

Marque uma reunião pessoalmente

A internet facilita totalmente as nossas vidas. Nada melhor do que poder pesquisar, descobrir e contratar o profissional sem precisar sair de casa. Imagina ter que ficar correndo de um lado para outro para encontrar com fornecedores e analisar orçamentos para o grande dia?

No entanto, depois de escolher o profissional que vai fotografar seu casamento, não deixe de marcar uma reunião pessoalmente. No encontro, peça para levar um álbum já feito por ele e outros exemplos de trabalho. Desta maneira, você ficará totalmente tranquilo quanto a sua escolha e poderá esperar por fotos emocionantes.

Então, agora que você já sabe tudo o que deve ser levado em conta na hora de contratar um fotógrafo para o seu casamento, que tal começar a busca profissional? Acesse já o Sr. Lupa e encontre o perfil que você está procurando!

Curta e Compartilhe:
Facebook Comments